EDUCAÇÃO FÍSICA NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: UMA EXPERIÊNCIA COM PESSOAS NA TERCEIRA IDADE

Maria Abigail Aguiar Arruda Coelho, Eliany Nazaré de Oliveira, Ondina Maria Chagas Canuto

Resumo


O reconhecimento científico da importância da prática da atividade física regular na saúde do indivíduo, a conscientização do grande valor da atividade física como estratégia de prevenção de doenças e promoção da saúde são temas que a cada dia vêm ganhando mais espaços, exigindo discussões aprofundadas. Com a inserção do profissional de Educação Física, em 2000, na Estratégia Saúde da Família (ESF), no município de Sobral/CE, iniciamos um levantamento de dados sobre o estilo de vida da população idosa e detectamos que havia uma grande demanda de poliqueixosos na faixa etária de 50 a 90 anos. Esses idosos não praticavam nenhum tipo de atividade física regular; daí um número elevado de sedentários, diabéticos, hipertensos que, como conseqüência da inatividade, estavam desenvolvendo tam‐ bém quadros de obesidade e baixa auto‐estima. Assim, com a formação de grupos de caminhada, certificamo‐nos de que foi uma excelente estratégia de promoção de saúde utilizada pelo profissional de Educação Física, que propiciou mudanças benéficas, nos aspectos físicos e psicossociais na vida desses idosos.


Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, L. O. M.; BARRETO, I. C. H. C. Promoção da saúde e cidades/ municípios sustentáveis: propostas de articulação entre saúde e ambiente. In:Minayo,M.C.S.,Miranda,A.P..C. Saúde e Ambiente Sustentável: estreitando nós. São Paulo. Ed.: Fiocruz. 2002. p. 151‐170.

ANDRADE, L. O. M.; MARTINS JÚNIOR, T. Saúde da família: Construindo um novo modelo: a experiência de Sobral. SANARE ‐ Revista Sobralense de Políticas Públicas, Sobral‐CE, v. 1, no. 1, p 7‐17, out/nov/dez 1999.

BRASIL, Ministério da Saúde. AGITA BRASIL. Guia para agentes multiplicadores. Brasília, p. 8–10, jul. 2001.

COELHO, M.A.A.A. Aranha Vive do que tece: quando o educador físico e o idoso tecem a promoção da saúde na estratégia saúde da família. Monografia (Especialização em Saúde da Família) Universidade Estadual Vale do Acaraú/Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia. Sobral – CE. 2003.

GUEDES, D. P. Atividade, Aptidão Física e Saúde. Atividade física e saúde Brasília: Ministério Extraordinário dos Esportes/Ministério da Saúde. Cap. 6, 1997.

__________. Prescrição e orientação da atividade física direcionada â promoção da saúde. Ativ idade física e saúde Brasília: Ministério Extraordinário dos Esportes/Ministério da Saúde. Cap. 6, 1997

LEITE, P. F. Exercício, envelhecimento e promoção de saúde. Belo Horizonte‐MG ed: Health, 1996.

MARTINS JÚNIOR, T.; ANDRADE, L.O.M.; BARRETO, I.C.H.C. A Estratégia Saúde da Família no Brasil e a Superação da Medicina Familiar. SANARE ‐ Revista Sobralense de Políticas Públicas, Sobral‐CE, ano IV, n. 1, jan/fev/mar 2003.

MINAYO, C. S.; HARTZ, Z. M.A.; BUSS, M. P. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciência & Saúde Coletiva. p. 7‐18, 2000.

MINAYO, M. C. S. Enfoque Ecossistêmico de Saúde e Qualidade de Vida. In: Minayo, M. C. S., Miranda, A. P. C. Saúde e Ambiente Sustentável: estreitando nós. São Paulo. Ed: Fiocruz. 2002. P. 181.

MINAYO, M. C. S.; MIRANDA, A. C. (Organizadores). Saúde e ambiente sustentável: estreitando nós. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 2002.

OVANDO, L.A. Exercício físico, esperança social e política. Campo Grande, M. S.; Ed. UFMS, 1999.

RESOLUÇÃO CONFEF‐ Conselho Federal de Educação Física‐ no 046/ 2002.Intervençao do profissional de educação física. Rio de janeiro, 18 de fevereiro de 2002.

SOBRAL. Secretaria de Desenvolvimento Social e da Saúde. Plano Municipal de Saúde Sobral. 2001.

STARFIELD, B. Atenção primária: equilíbrio entre necessidades de saúde e tecnologia. Brasília: UNESCO, Ministério da Saúde, 2002.

SUCUPIRA, A. C.; Marco Conceitual da Promoção da Saúde no PSF. SANARE ‐ Revista Sobralense de Políticas Públicas, Sobral‐ CE, ano 4, no. 1, p. 12, jan/fev/mar 2003.

TAVARES, M.; TAKEDA, S. Organização de serviço de atenção primária à saúde. Medicina ambulatorial. [S.l.; s. n.; 1994?].

__________. A prática de atenção primária à saúde. Medicina ambulatorial. [S.l.; s. n., 1994?].


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


REVISTA SANARE

Revista de Políticas Públicas

Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia - EFSFV

Nucleo de Estudos e Pesquisas em Saúde - NEPS

Av. Comandante Maurocelio Rocha, 150 - Bairro Derby - Sobral/CE

CEP: 62014-630  Fone/Fax: (88) 3611.5861 / 3611.5570

Email: conselhoeditorialsanare@yahoo.com.br / revista_sanare@hotmail.com