DO LITORAL À SERRA: A EXPERIÊNCIA DO PLANIFICASUS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAUDE EM SANTA CATARINA

Francisco Timbó de Paiva Neto, Débora Batista Rodrigues, Maria de Fátima de Souza Rovaris, Marcio Anderson Cardozo Paresque

Resumo


Este trabalho objetiva relatar a experiência da execução do projeto PlanificaSUS na Atenção Primária à Saúde (APS) em Santa Catarina, bem como identificar e discutir os primeiros resultados após 11 meses de aplicação das atividades nos cenários de prática no estado. Trata-se de um estudo descritivo, tipo relato de experiência, elaborado no contexto do desenvolvimento das etapas da APS do PlanificaSUS nas regiões de Foz do Rio Itajaí e Serra Catarinense. Participam do projeto, considerando as duas regiões, 29 municípios com participação de 2429 profissionais de saúde nas programações dos workshops. É possível que constatar que, apesar de ainda não concluído integralmente, o referido projeto é reconhecido pelos atores envolvidos e considerado um instrumento propício para organização dos macroprocessos e microprocessos da APS, apresentando potencial aplicação em outras linhas de cuidado e regiões de saúde do estado de Santa Catarina e assim, ofertar a qualificação do planejamento, operacionalização e avaliação das Redes de Atenção à Saúde (RAS) e dos indicadores de saúde da população catarinense.


Texto completo:

PDF

Referências


Cruz A, Mendes EV, Nicoletti R, Rehem R, Scotti RF; Conselho Nacional de Secretários de Saúde. CONASS Debate 3 - A crise contemporânea dos modelos de atenção à saúde. 1a Edição. Brasília: CONASS, 2014. 171 p.

Lavras C. Atenção Primária à Saúde e a Organização de Redes Regionais de Atenção à Saúde no Brasil. Saúde Soc. 2011;20(4):867-874. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12902011000400005.

Ministério da Saúde. Portaria no 4.279, de 30 de dezembro de 2010. Estabelece as Diretrizes para a organização da Rede de Atenção à Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário da União. Brasília-DF, 2010;1:88-93. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2010

Cruz A. Planificação da Atenção à Saúde. Consensus Revista do Conselho Nacional de Secretários de Saúde. Brasília. 2016;20. Disponível em: http://www.conass.org.br/biblioteca/pdf/revistaconsensus_20.pdf

Mendes EV. As Redes de Atenção à Saúde. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde; CONASS, 2011.

Magalhães MC, Cintra KMB. Planificação da Atenção Primária à Saúde: Relato de Experiência - Regional de Saúde Centro Sul. Revista Científica da Escola Estadual de Saúde Pública de Goiás. 2020;6(1):139-150. Disponível em:http://www.revista.esap.go.gov.br/index.php/resap/article/view/197

PlanificaSUS: Workshop 1 - A integração da Atenção Primária e da Atenção Especializada nas Redes de Atenção à Saúde. / Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein. São Paulo: Hospital Israelita Albert Einstein: Ministério da Saúde, 2019. 36 p.

Guimarães ADN, Cavalcante CCB, Lins MZS; Conselho Nacional de Secretários de Saúde. CONASS Documenta 31. Planificação da atenção à Saúde: um instrumento de gestão e organização da atenção primária e da atenção ambulatorial especializada nas redes de atenção à saúde. Brasília: CONASS, 2018.

Mendes EV. A construção social da Atenção Primária à Saúde. Brasília: Conselho Nacional de Secretários de Saúde: CONASS, 2019.

Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina; Plano Estadual de Saúde de Santa Catarina 2016-2019. Florianópolis-SC: SES, 2016. 264p.

Mendes EV. O cuidado das condições crônicas na atenção primária à saúde: o imperativo da consolidação da estratégia da saúde da família. Brasília: Organização Pan-Americana de Saúde; 2012.

Aleluia IRS, Medina MG, Almeida PF, Vilasbôas ALQ. Coordenação do cuidado na atenção primária à saúde: estudo avaliativo em município sede de macrorregião do nordeste brasileiro. Cien Saude Colet 2017; 22(6):1845-1856.

Greß S, Baan CA, Calnan M, Dedeu T, Groenwegen P, Howson H, et al. Co-ordination and management of chronic conditions in Europe: the role of primary care – position paper of the European Forum for Primary Care. Qual Prim Care 2009; 17:75-86.

Starfield B. Atenção Primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasília: Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura/MS; 2002.

Martínez DH, Navarrete MLV, Lorenzo IV. Factores que influyen en la coordinación entre niveles asistenciales según la opinión de directivos y profesionales sanitarios. Gac Sanit 2009; 23(4):280-286.

Núñez RT, Lorenzo IV, Naverrete MLV. La coordinación entre niveles asistenciales: uma sistematización de sus instrumentos y medidas. Gac Sanit 2006; 20(6):485-95.

Hofmarcher MM, Oxley H, Rusticelli E. Improved Health System Performance Through Better Care Coordination. Paris: OECD; 2007.

Almeida PF, Giovanella L, Mendonça MHM, Escorel S. Desafios à coordenação dos cuidados em saúde: estratégias de integração entre níveis assistenciais em grandes centros urbanos. Cad Saude Publica 2010; 26(2):286-298.

Rodrigues LBB, Silva PCS, Peruhype RC, Palha PF, Popolin MP, Crispim JÁ, Pinto IC, Monroe AA, Arcêncio RA. A atenção primária à saúde na coordenação das redes de atenção: uma revisão integrativa. Cien Saude Colet 2014; 19(2):343-352.

Organização Mundial da Saúde (OMS). Informe de la Conferencia Internacional sobre Atención Primaria de Salud [documento na Internet]. Genebra: WHO; 1978 [acessado 2018 Mai 20]. Disponível em: https:// medicinaysociedad.files.wordpress.com/2011/06/declaracion-de-alma-ata.pdf

Saquet MA, Silva SS. Milton Santos: concepções de geografia, espaço e território. Geo UERJ 2008; 2(18):24-42.

Paim J. Modelos de Atenção e Vigilância da Saúde. In: Rouquayrol MZ, Almeida Filho, organizadores. Epidemiologia & Saúde. Rio de Janeiro: MEDSI; 2003. p. 567-571.

Almeida PF, Medina MG, Fausto MCR, Giovanella L, Bousquat A, Mendonça MHM. Coordenação do cuidado e Atenção Primária à Saúde no Sistema Único de Saúde. Saúde em Debate. 2018; 42(1): 244-260.




DOI: https://doi.org/10.36925/sanare.v19i1.1432

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


S A N A R E  - Revista de Políticas Públicas

Escola de Saúde Pública Visconde de Saboia - ESP-VS

Av. John Sanford, nº 1320 - Bairro Junco - Sobral/CE

CEP: 62030-362  - Fone:(88) 3614.5520

Email: revista_sanare@hotmail.com