CONCEPÇÕES DOS FAMILIARES DE DEPENDENTES QUÍMICOS ATENDIDOS NO CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL PARA ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS (CAPS – AD) DE SOBRAL - CE

Cezar Augusto Ferreira da Silva, Eliany Nazaré de Oliveira, Maria Suely Alves Costa

Resumo


A dependência química representa um desafio para a saúde pública, sendo relevante ao seu enfrentamento a abordagem
dos familiares. O objetivo deste estudo foi analisar as concepções de familiares de dependentes químicos atendidos
no Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (CAPS – AD) de Sobral, CE. Tratou-se de um estudo exploratório-descritivo tendo como sujeitos 11 familiares. Os dados foram coletados a partir de grupos focais realizados
nos meses de maio e junho de 2006. Observamos que há demanda de informação sobre as diversas facetas da dependência química, incluindo tratamento e perspectivas deste. Ainda, levantam-se questões ligadas ao imaginário familiar e social em relação ao consumo de substâncias psicoativas e suas repercussões no ambiente familiar. Assim, embora expressando uma visão leiga e unilateral da dependência, o discurso dos informantes demonstra que há campo para um suporte psicossocial ao familiar, em especial, no que se refere ao uso de estratégias de redução de danos.

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTA, N. O problema das drogas. Em: Punidos e mal pagos:

violência, justiça, segurança pública e direitos humanos no

Brasil de hoje. Rio de Janeiro: Revan, 1990.

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n° 196/96.

Decreto N° 93.9333 de janeiro de 1987. Critérios sobre pesquisa

envolvendo seres humanos. Bioética, v. 4, nº 2, 1996.

EDWARDS, G. O tratamento do alcoolismo. Porto Alegre: Artes

Médicas, 1999.

FENDER, S. A. “A importância do envolvimento dos familiares”,

In: SILVEIRA, D.X. E GORGULHO, M. Dependência: compreensão

e assistência às toxicomanias – uma experiência do PROAD. São

Paulo: Casa do Psicólogo, 1996.

GATTI, B. Grupo focal na pesquisa em Ciências Sociais e

Humanas. São Paulo: Loyola, 2005.

MARINHO, J.R.M. Caracterização dos casos atendidos no

CAPS-AD em seu primeiro ano de funcionamento, Sobral - CE,

setembro de 2002 a agosto de 2003. Monografia apresentada

à Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia/

Universidade Vale do Acaraú, 2004.

MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento: pesquisa

qualitativa em saúde. 2ª ed. Rio de Janeiro: Hucitec-Abrasco,

RODRIGUES, M. S. P. E LEOPARDI, M. T. O Método de Análise de

Conteúdo. Fortaleza: Fundação Cearense de Pesquisa e Cultura,

VAILLANT, G. E. A história natural do alcoolismo revisitada.

Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


S A N A R E  - Revista de Políticas Públicas

Escola de Saúde Pública Visconde de Saboia - ESP-VS

Av. John Sanford, nº 1320 - Bairro Junco - Sobral/CE

CEP: 62030-362  - Fone:(88) 3614.5520

Email: revista_sanare@hotmail.com