PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL DE RESIDENTES DE UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Marcela Meirelles Tozzi, Luis Henrique Ribeiro Barbosa, Nathan Mendes Souza, Fernanda Piana Santos Lima de Oliveira

Resumo


Este artigo descreve a vivência de estudantes de medicina em intervenções promotoras do envelhecimento saudável em uma instituição de longa permanência (ILPI) para idosos em Minas Gerais. Trata-se de relato de experiência sobre intervenções para promoção da saúde e implementação de estratégias mais efetivas junto a idosas residentes em uma ILPI. Realizou-se um diagnóstico situacional por estimativa rápida, mediado pela observação e escuta, para levantar os principais problemas do serviço. As ações desenvolvidas envolveram grupos de musicoterapia, atividades cognitivas, caminhada e ioga/otago e ocorreram em 2017 e 2018. Constatou-se adesão das idosas às atividades propostas. Vale destacar que as atividades cognitivas proporcionaram aumento da capacidade de socialização. O trabalho em equipe e a sensibilidade para ouvir e cativar o outro, além da exposição a vulnerabilidades das mais diversas formas são algumas das reflexões proporcionadas por essa experiência. As atividades demonstraram potencial para desenvolver as habilidades sociais e motoras das idosas residentes na instituição em estudo, contribuindo para um envelhecimento mais ativo.


Texto completo:

PDF

Referências


Paradella R. Número de idosos cresce 18% em 5 anos e ultrapassa 30 milhões em 2017 [document on the internet]. 2018 [cited 2019 Feb 4]. Available from: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/20980-numero-de-idosos-cresce-18-em-5-anos-e-ultrapassa-30-milhoes-em-2017

Camarano AA, Kanso S. As instituições de longa permanência para idosos no Brasil. Rev Bras Estud Popul [serial on the internet]. 2010 [cited 2020 Dec 4];27(1):232-5. Available from: https://www.scielo.br/pdf/rbepop/v27n1/14.pdf

Rabelo DF, Neri AL. Intervenções psicossociais com grupos de idosos. Rev Kairós [serial on the internet]. 2013 [cited 2020 Dec 4];16(4):43-63. Available from: https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/viewFile/20022/14897

Brasil. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa [serial on the internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2006 [cited 2017 Nov 7]. Available from: http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/cadernos_ab/abcad19.pdf

Leonardo KC, Talmelli LFS, Diniz MA, Fhon JRS, Fabrício-Wehbe SCC, Rodrigues RAP. Avaliação do estado cognitivo e fragilidade em idosos mais velhos, residentes no domicílio. Ciênc Cuid Saúde [serial on the internet]. 2014 [cited 2020 Dec 4];13(1):120-7. Available from: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/view/20033/pdf_121

Organização Mundial da Saúde. Resumo: Relatório Mundial de Envelhecimento e Saúde [document on the internet]. 2015 [cited 2017 Nov 7]. Available from: http://sbgg.org.br/wp-content/uploads/2015/10/OMS-ENVELHECIMENTO-2015-port.pdf

Rowe JW, Kahn RL. Human aging: usual and successful. Science. 1987;237(4811):143-49.

Davim RMB, Dantas SMM, Lima VM, Lima JFV. O lazer diário como fator de qualidade de vida: o que pensa um grupo da terceira idade. Ciênc Cuid Saúde [serial on the internet]. 2008 [cited 2017 Nov 7];2(1):19-24. Available from: file:///D:/5563-Texto%20do%20artigo-16747-1-10-20081023.pdf

Fleurí ACP, Almeida ACS, Diniz AJ, Magalhães LAD, Ferreira LHC, Prata MTM, et al. Atividades lúdicas com idosos institucionalizados. Enferm Rev [serial on the internet]. 2013 [cited 2017 Nov 7];16(1):50-7. Available from: file:///D:/13018-Texto%20do%20artigo-46690-1-10-20161001.pdf

Campos FCC, Faria HP, Santos MA. Planejamento e avaliação das ações de saúde [document on the internet]. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais; 2010 [cited 2019 Feb 4]. Available from: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/registro/Planejamento_e_avaliacao_das_acoes_de_saude_2/3

Castro VC, Carreira L. Leisure activities and attitude of institutionalized elderly people: a basis for nursing practice. Rev Latinoam Enferm [serial on the internet]. 2015 [cited 2020 Dec 4];23(2):307-14. Available from: https://www.scielo.br/pdf/rlae/v23n2/0104-1169-rlae-23-02-00307.pdf

Chanda ML, Levitin DJ. The neurochemistry of music. Trends Cogn Sci. 2013;17(4):179-93.

Bottilori S, Rosi A, Russo R, Vecchi T, Cavallini E. The cognitive effects of listening to background music on older adults: processing speed improves with upbeat music, while memory seems to benefit from both upbeat and downbeat music. Frontiers in Aging Neuroscience. 2014;(6):284.

Machado ABM, Haretel LM. Neuroanatomia funcional. 3. ed. São Paulo: Atheneu; 2006.

Li HC, Wang HC, Chou FH, Chen KM. The effect of music therapy on cognitive functioning among older adults: a systematic review and meta-analysis. J Am Med Dir Assoc. 2015;16(1):71-7.

Andrade EL, Matsudo SMM, Matsudo VKR, Araújo TL, Andrade DR, Oliveira LC, et al. Barriers and motivational factors for physical activity adherence in elderly people in developing country. Med Sci Sports Exerc. 2000;33(7):141.

Souza IAL, Massi G, Berberian AP, Guarinello AC, Carnevale L. The impact of discursive linguistic activities in promoting the health of elderly people in a long-term care institution. Audiology Commun Res. 2015;20(2):175-81.

Santos IB, Lucy G, Matos NM, Vale MS, Santos FB, Cardenas CJ, et al. Oficinas de estimulação cognitiva adaptadas para idosos analfabetos com transtorno cognitivo leve. Rev Bras Enferm [serial on the internet]. 2012 [cited 2020 Dec 4];65(6):962-8. Available from: https://www.scielo.br/pdf/reben/v65n6/a12v65n6.pdf

Araujo LSA, Moreira ACA, Freitas CASL, Silva MAM, Do Val DR. Idosos e grupos de convivência: motivos para a não adesão. Sanare (Sobral, Online) [serial on the internet]. 2017;16(1):58-67. Available from: https://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/view/1140/625

Sobel BP. Bingo vs. physical intervention in stimulating short-term cognition in Alzheimer’s disease patients. Am J Alzheimers Dis Other Demen. 2001;16(2):115-20.

Chariglone IPF, Janczura GA. Contribuições de um treino cognitivo para a memória de idosos institucionalizados. Psico USF [serial on the internet]. 2013 [cited 2020 Dec 4];18(1):13-22. Available from: https://www.scielo.br/pdf/pusf/v18n1/v18n1a03.pdf

Coelho CS, Coelho IC. Comparação dos benefícios obtidos através da caminhada e da hidroginástica para a terceira idade. II Encontro de Educação Física e Áreas Afins Núcleo de Estudo e Pesquisa em Educação Física; 2007 Oct 26-27, Teresina, BR. Anais. Teresina (PI): Universidade Federal do Piauí; 2007.

Nakatani AYK, Silva LB, Bachion MM, Nunes DP. Capacidade funcional em idosos na comunidade e propostas de intervenções pela equipe de saúde. Rev Eletrônica Enferm [serial on the internet]. 2009 [cited 2019 Feb 4];11(1):144-50. Available from: https://revistas.ufg.br/fen/article/view/46899

Maciel MG. Atividade física e funcionalidade do idoso. Motriz Rev Educ Fís [serial on the internet]. 2010 [cited 2019 Feb 4];16(4):1024-32. Available from: https://www.scielo.br/pdf/motriz/v16n4/a23v16n4.pdf

Junqueira LCFL, Centro de Telessaúde HC/UFMG. Treino prevenção de quedas [document on the internet]. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais; 2017 [cited 2019 Feb 4]. Available from: https://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/8801

Irigaray TQ, Schneider RH, Gomes I. Efeitos de um Treino Cognitivo na Qualidade de Vida e no Bem-Estar Psicológico de Idosos. Psicol Reflex Crít [serial on the internet]. 2011 [cited 2020 Dec 4];24(4):810-8. Available from: https://www.scielo.br/pdf/prc/v24n4/a22v24n4.pdf




DOI: https://doi.org/10.36925/sanare.v19i2.1478

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


S A N A R E  - Revista de Políticas Públicas

Escola de Saúde Pública Visconde de Saboia - ESP-VS

Av. John Sanford, nº 1320 - Bairro Junco - Sobral/CE

CEP: 62030-362  - Fone:(88) 3614.5520

Email: revista_sanare@hotmail.com