A ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA E A PROMOÇÃO DA CULTURA DE PAZ NO BAIRRO PADRE PALHANO, SOBRAL-CEARÁ

Keila Maria Carvalho Martins, Viviane Oliveira Mendes Cavalcante, Liduína Joyce Prado Linhares, Igor Carneiro Gomes, Neires Alves de Freitas, Andrezza Aguiar Coelho

Resumo


O presente artigo se propõe a descrever ações de promoção da saúde na Estratégia Saúde da Família - ESF, no aspecto da Cultura de Paz. Durante o processo de territorialização no bairro Padre Palhano, foram identificados, pelos profissionais da Residência Multiprofissional em Saúde da Família - RMSF, adolescentes em situação de vulnerabilidade à violência e às drogas. Então, surgiu a necessidade de realizar ações de promoção da saúde, em uma perspectiva de diminuir os danos e riscos ocasionados pela situação onde se encontravam. Relato de experiência que contextualiza os 70 encontros sistemáticos com a participação em média de 25 adolescentes, no período de março a dezembro de 2012. As atividades ocorreram duas vezes por semana, na quadra comunitária
do bairro do Padre Palhano, e foram facilitadas pelo educador físico, fonoaudióloga, psicóloga e fisioterapeuta da RMSF. Durante os encontros do grupo, foram desenvolvidas metodologias como a realização das aulas de futsal, formação de uma banda de percussão e oficinas de arte-educação. As ações educativas possibilitaram a inclusão dos participantes, o diálogo, a valorização das diferenças e as discussões sobre promoção da paz. É imprescindível que os profissionais da ESF atuem na promoção da saúde e com isso desenvolvam ações de promoção da saúde para a disseminação da cultura de paz.

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. Ministério da Saúde (MS). Secretaria de Vigilância

em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política nacional

de promoção da saúde. Brasília: MS; 2010.

ONU. Declaração sobre o Direito dos Povos à Paz [homepage

na Internet]. Assembleia Geral de 12 de novembro de 1984,

nº 39/11. 1999 [acesso em 2012 nov 12]. Disponível em:

www.onu.org.

Helal R. O que é sociologia do esporte. Tatuapé: Editora

brasiliense; 1990.

Matos KSAL, Braga JL. Tornando visíveis as tentativas de

paz nas escolas: a EMEIF Deputado Manuel Rodrigues. In:

Matos KSAL, Nascimento VS, Junior RN. Cultura de paz do

conhecimento à sabedoria. Fortaleza: Editora da Universidade

Federal do Ceará; 2008. p. 30-7.

Silva ALF, Sousa AMM, Lopes CET, Pontes FC, Oliveira

FCS, Teixeira MN, et al. Educação Física na atenção primária

à saúde em Sobral-Ceará: Desenhando saberes e fazeres

integralizados. Sanare 2009; 8(2):63-72.

Sistema de Informação de Atenção Básica [base de dados

na Internet]. Brasília: Ministério da Saúde. 2012 [acesso em

nov 12]. Disponível em: http://www2.datasus.gov.br/

SIAB/index.php?area=04.

Nascimento MAG, Silva CNM. Rodas de conversa e

oficinas temáticas: experiências metodológicas de ensinoaprendizagem

em geografia. Porto Alegre: 10º Encontro

Nacional de Prática de Ensino em Geografia; 2009.

Melo JP, Dias JCN. Fundamentos do programa segundo

tempo: entrelaçamentos do esporte, do desenvolvimento

humano, da cultura e da educação. In: Oliveira AAB, Perim

GL. Fundamentos pedagógicos do programa segundo tempo:

de reflexões à prática. Maringá: Eduem; 2009. p. 301.

Costa LP. Educação física e esporte não formais. Rio de

Janeiro: Editora ao Livro Técnico; 1988.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


S A N A R E  - Revista de Políticas Públicas

Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia - EFSFVS

Av. John Sanford, nº 1320 - Bairro Junco - Sobral/CE

CEP: 62030-362  - Fone:(88) 3614.5520

Email: revista_sanare@hotmail.com